Blog de uma leitora crónica, obsessiva livresca e bibliomaníaca. Os livros que li e as minhas opiniões.

Posts

Quinta-feira, 01 de Fevereiro de 2007

 

(Ano de edição: 2005)


Uma histórica de aventura que revela pela primeira vez como Diego de la Veja se tornou o homem mascarado que tão bem conhecemos.
Nascido no sul da Califórnia, nos finais do século XVIII, é criança de dois mundos. O pai de Diego de la Veja é um militar aristocrata espanhol que se tornou proprietário de terras; a sua mãe, uma guerreira Shoshone warrior. Diego aprende da sua avó materna, Coruja Branca, os costumes da sua tribo, enquanto recebe do seu pai lições da arte da esgrima e da marcação a ferro quente de gado. É aqui, durante a infância de Diego, cheia de travessuras e aventura, que testemunha as injustiças brutais contra os Nativos Americanos negociadas pelos colonizadores europeus e sente pela primeira vez conflito íntimo da sua herança
Aos 16, Diego é enviado para Barcelona para uma educação europeia. Num país desgastado pela corrupção da lei napoleónica, Diego segue o exemplo do seu célebre professor de esgrima e une-se à La Justicia, um secreto movimento de resistência dedicado a ajudar os fracos e os pobres. Com este período tumultuoso como cenário, Diego apaixona-se, salva os perseguidos e confronta, pela primeira vez, um grande rival que surge do mundo dos privilegiados.
Entre Califórnia e Barcelona, o Novo Mundo e o Velho, a pessoa de Zorro é formada, um grande herói nasce e a lenda começa. Após muitas aventuras – duelos ao amanhecer, batalhas ferozes no mar com piratas e resgates impossíveis – Diego de la Veja, Zorro, regressa à América para recuperar a fazenda em que foi criado e para procurar justiça para todos os que não se podem defender.

(Texto traduzido do inglês do site www.isabelallende.com)


Citações


Sem citações a reter
publicado por xana às 20:05